Prestação da casa com poucas alterações este mês

2018-01-02

As taxas Euribor são o principal indexante, em Portugal, nos contratos bancários que financiam a compra de casa. A seguir Taxas Euribor continuam inalteradas nos principais prazos Mais vistas EMOJIS 22 emojis que não são aquilo que pensa STRIPE A vida fabulosa do bilionário mais jovem do mundo TRABALHO 28 trabalhos que pode ter a partir de casa para ganhar dinheiro extra FOTOGALERIA 30 coisas que vão desaparecer até 2020 Os clientes com crédito à habitação indexado às taxas Euribor deverão ficar a pagar este mês sensivelmente o mesmo valor de prestação ao banco. Segundo os cálculos feitos para a agência Lusa pela Deco/Dinheiro&Direitos, um cliente com um empréstimo no valor de 150 mil euros a 30 anos, indexado à Euribor a seis meses com um ‘spread’ (margem de lucro do banco) de 1%, vai passar a pagar 464,01 euros a partir de dezembro, o que significa menos 27 cêntimos face à última revisão da prestação, em julho.

No caso de um empréstimo nas mesmas condições, mas indexado à Euribor a três meses, o cliente passará a pagar 460,19 euros a partir deste mês, mais seis cêntimos face ao valor da última revisão, em outubro. As taxas Euribor são o principal indexante, em Portugal, nos contratos bancários que financiam a compra de casa. A Euribor a seis meses é o mais usado, seguido da taxa a três meses. Os analistas estão a apontar que as taxas Euribor estabilizem este ano próximo dos 0%, com a redução da liquidez injetada na economia pelo Banco Central Europeu (BCE) e a expectativa de subida das taxas diretoras em 2019.

Assim, as taxas Euribor, que seguem em terreno negativo, poderão subir ligeiramente este ano, aumentando também ligeiramente os custos do crédito à habitação.

Dinheiro Vivo/Lusa

Prestação da casa com poucas alterações este mês | Pratik Shoes