Bancos vão permitir adiamento nas prestações de crédito

2020-03-18

O mecanismo está a ser discutido entre o Governo, a banca e reguladores. Pode passar por uma moratória nos créditos.

Governo está a discutir com a banca e reguladores um mecanismo para permitir o não pagamento das prestações de crédito para famílias e empresas que sofrerem quebras no rendimento devido à pandemia do novo coronavírus, avança o Correio da Manhã (acesso pago), o Jornal de Negócios (acesso pago) e o Jornal Económico (acesso pago).

A medida ainda está em estudo, mas deverá recair sobre uma moratória no pagamento de empréstimos à habitação, como aconteceu em Espanha. As negociações envolvem o Ministério das Finanças, o Banco de Portugal, a Associação Portuguesa de Bancos (APB) e alguns bancos comerciais, nomeadamente a CGD e o BCP, sendo que a intenção já terá sido comunicada aos parceiros sociais.

Ainda não estão definidos todos os detalhes, mas o mecanismo poderá passar por uma isenção completa de juros e capital, que depois será compensada pelo alargamento da maturidade do empréstimo. A banca quer garantir que os empréstimos não sejam considerados NPL (em risco de incumprimento).

Texto elaborado a 18 de Março de 2020 por eco.sapo.pt

Bancos vão permitir adiamento nas prestações de crédito | Pratik Shoes